O tema e o lema do INAD 2016


A poluição sonora é tratada como um problema de Saúde Pública mundial por impactar a saúde e o meio ambiente. Por conta disto, há 21 anos o League for the Hard of Hearing, atualmente o Center for Hearing and Comunication, promove mundialmente um evento de conscientização que são 60 segundos de silêncio para destacar o impacto do ruído na vida cotidiana, proporcionando aos participantes uma pausa e uma oportunidade de conscientização sobre um problema que atinge a todos. Trata-se do International Noise Awareness Day (INAD) que é mundialmente muito difundida na Alemanha, Espanha, Chile, Holanda, Suíça, entre outros países. No Brasil, a campanha é intitulada como Dia Internacional de Conscientização sobre o Ruído que ocorre em uma data móvel, sempre na última quarta-feira do mês de abril. Em 2016, a data será celebrada em 27 de abril. Neste ano, a temática volta-se para a conscientização do ruído na escola, com o tema “Ruído: a solução está na educação!

O ruído na sala de aula pode ser proveniente de fora, como por exemplo do trânsito de ruas movimentadas, das brincadeiras e esportes praticados no pátio ou em quadras, sirenes, caixas de som e de dentro da sala de aula gerados por conversas, ventiladores, aparelhos de ar condicionado, entre outros.

Os efeitos do ruído em sala de aula podem representar desde um simples incômodo até problemas mais significativos de aprendizagem, dadas às condições ambientais adversas. Além de impactar na dificuldade de concentração e de escuta dos alunos, o ruído em sala de aula pode comprometer a voz do professor e ainda potencializar a irritabilidade das pessoas expostas a ele, seja o professor e/ou alunos.

Para diminuir o ruído na escola, além de possíveis mudanças físicas nos ambientes como vedação e uso de materiais acusticamente absorvedores, o comportamento humano é o que mais contribui. A conscientização de alunos e professores em evitar comportamentos que geram competição sonora como conversa paralela, arrastar de cadeiras, gritos é primordial à causa.

 

A intenção dos organizadores da campanha no Brasil é de primar por um cenário em que, desde a primeira edição em 2008, as ações educativas têm ganhado destaque por acreditar que a mudança de mentalidade deve ser fomentada desde cedo e que, além disso, a preocupação dos pais em relação à formação das crianças é uma importante ferramenta para impactar hábitos já cristalizados na sociedade.

Embora a denominação da campanha sugira “um dia”, as ações não ficam restritas à data, pois os organizadores vêm incentivando atividades que tenham repercussão mais duradoura, em detrimento das ações pontuais. Justificam-se por entenderem que somente assim haverá a mudança de hábitos e conscientização para a problemática do ruído na população.

Abaixo está o cartaz principal da campanha deste ano, evidenciando o lema: “Ruído: a solução está na educação!

INAD2016_cartaz