Protegendo a paisagem sonora nos National Parks


De Daiane Rota de Oliveira:

O “National Park Service” – NPS (Serviço Nacional de Parques)  dos Estados Unidos observou que instalações, operações e atividades de manutenção nos parques nacionais produzem uma parcela substancial de ruído e reconhece a necessidade de fornecer aos gestores dos parques uma orientação para proteger a sua paisagem sonora natural do ruído oriundo destas instalações e  atividades . Portanto, um curso foi realizado sendo que o foco foi definir o que os administradores dos parques podem fazer para controlar o ruído emitido pelas instalações, operações e serviços de manutenção, e não incluindo questões como os efeitos do ruído sobre a vida selvagem, as métricas de ruído, e tópicos relacionados.

Para ajudar neste esforço, o National Park Service reuniu-se com a “National Academy of Engineering”  – NAE (Academia Nacional de Engenharia) e com o “US Department of Transportation’s John A. Volpe National Transportation Systems Center” (Departamento Nacional de Transporte John A. Volpe – Centro de Sistemas de Transportes dos EUA) para realizar um curso com a finalidade de analisar os desafios e oportunidades que enfrentam uma grande parcela de parques do país. Intitulado “Protecting National Park Soundscapes: Best Available Technologies and Practices for Reducing Park- Generated Noise” (Proteção da Paisagem Sonora de Parques Nacionais: Melhores Tecnologias Disponíveis e Práticas para Reduzir o Ruído gerado em Parques), o curso ocorreu nos dias 3 e 4 de outubro de 2012, no “NPS’s Natural Resource Program Center” (Centro de Programa de Recursos Naturais do NPS) em Fort Collins, Colorado. Proteger as Paisagens Sonoras dos Parques Nacionais foi o foco principal do curso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *